Seguidores

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Secma e Fiema apresentam Vale-Cultura a empresários e produtores culturais de SL

De hoje a quarta-feira (12 a 14 de agosto) o Conselho Regional de Economia (Corecon-MA) promove a Semana do Economista, com diversas palestras sobre a realidade socioeconômica brasileira. O evento acontece no Auditório Josué Montello (Ceuma Renascença), a partir das 19 horas, com participação do economista Antônio Correa de Lacerda, que ministrará palestra magna de abertura, abordando o tema "Economia Brasileira: desafios e perspectivas". A Semana do Economista é aberta a estudantes de Economia, economistas e profissionais de áreas afins.
...............

O Senai – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, entidade do Sistema Fiema – Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, quer aumentar o número de empresas industriais inovadoras no estado. Na semana passada, gestores de empreendimentos instalados em Caxias conheceram o portfólio de serviços técnicos e tecnológicos oferecidos pela entidade para aumentar a competitividade dos negócios locais. Uma das empresas visitadas pelo Senai foi a indústria de bebidas Brasil Kirin. O Edital Senai Sesi de Inovação, este ano, dispõe de R$ 30,5 milhões, destinados ao financiamento de projetos desenvolvidos em parceria com o Senai, Sesi e para bolsas de pesquisa em Desenvolvimento Tecnológico e Industrial do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). As empresas industriais FC Oliveira, Sincoplema, Embrasol, Velas São Francisco, Bionordeste e Cenol já confirmaram presença no workshop de inovação.
..........

A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) e a Federação das Indústrias no Estado do Maranhão (Fiema) promovem, nesta terça-feira (13), das 15h às 18h, no auditório da Fiema (Cohama, em São Luís), a apresentação oficial a empresários e produtores culturais, detalhes do programa federal Vale-Cultura. A palestra sobre o benefício será ministrada pelo secretário de Fomento e Incentivo do Ministério da Cultura (MinC), Henilton Menezes. Trata-se de um cartão magnético com crédito no valor de R$ 50 que o trabalhador pode usar em teatros, cinemas, compra de livros, de CDs e consumir outros produtos culturais. O incentivo foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff em dezembro de 2012. A previsão é que os trabalhadores possam utilizar o cartão magnético em setembro. Cerca de 18 milhões de brasileiros podem ser beneficiados, o que representa o incremento de R$ 11,3 bilhões na cadeia produtiva da cultura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário