Seguidores

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Dica: dinheiro da restituição do Imposto de Renda deve ser usado para pagar contas

O Workshop de Modernização Trabalhista, promovido nesta segunda-feira pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) reuniu dezenas de empresários e executivos da indústria, com o objetivo de refletir sobre propostas para que a legislação trabalhista possa se adequar às novas realidades de produção, sem suprimir direitos e garantias, buscando o aumento da competitividade das empresas brasileiras. O assunto veio à tona com o aniversário de 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A Confederação Nacional da Indústria (CNI) compilou 101 propostas relacionadas aos pontos mais críticos em relação às leis trabalhistas brasileiras, depois de promover amplas discussões com as federações das indústrias estaduais.
..........

O primeiro CD do Coral Canto Curumim, iniciativa do Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão (ICE), será lançado, logo mais, a partir das 18h30, no Teatro Arthur Azevedo. Durante o concerto, o Coral formado por 60 crianças e adolescentes apresentará 8 das 12 faixas do CD, com obras consagradas de músicos maranhenses. O lançamento do CD do Canto Curumim tem patrocínio da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, AJEC; Fundação Nagib HaickelTaguatur Vila de Sintra. O show contará a participação de Naira Helena, Dicy Rocha e Criolina. A direção musical é de Leonardo Botta.
..............

Receita Federal deposita nesta terça-feira, dia 15, o dinheiro da restituição do quinto lote do Imposto de Renda. Aí vem a dúvida: o que fazer com o dinheiro extra? Segundo os economistas da Serasa Experian, a questão está relacionada à situação financeira do consumidor. Quem está superendividado deve priorizar o pagamento das dívidas, em especial as que possuem juros mais altos, como o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito. A restituição também pode ser usada para pagar financiamentos em atraso ou contas que tenham acumulado multas pela falta de pagamento. Se sobrar parte do dinheiro, pode ser utilizado para antecipar o pagamento de parcelas, pedindo ao credor que faça o desconto dos juros. É bom evitar utilizar a restituição como entrada para um novo financiamento. O melhor é fugir de uma nova dívida, que será acumulada mensalmente com as demais. Também não é recomendável manter o dinheiro parado na conta bancária, pois os gastos diários e o cheque especial podem acabar absorvendo o valor sem que o consumidor perceba.
.........

Nenhum comentário:

Postar um comentário