Seguidores

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Construção Civil: MA conta com centro exclusivo para formação e qualificação de mão de obra



O segmento industrial da construção civil do Maranhão já conta com um centro exclusivo para a formação e qualificação de mão de obra. Trata-se do Núcleo de Treinamento da Construção Civil Engenheiro Haroldo Olympio Lisboa Tavares. Localizado no km 5 da BR- 135, no Distrito Industrial, o Núcleo foi construído em parceria pelo Sistema Fiema, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon-MA) e mais oito construtoras, com contrapartida da Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio do Departamento Nacional do Senai. O espaço tem a capacidade de atender 200 alunos por turno, ou seja, 600 pessoas por dia, e nele serão ofertados 21 cursos de construção civil, nos níveis de iniciação, aperfeiçoamento e qualificação profissional de trabalhadores.
................

Se depender do consumidor brasileiro, os corredores das lojas e dos shopping centers vão ficar lotados nesse fim de ano. Um estudo realizado pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) estima que 16,5 milhões de brasileiros vão deixar para escolher os presentes na semana que antecede o Natal, motivados, sobretudo pelo pagamento da segunda parcela do 13º salário. De acordo com o levantamento realizado em todas as capitais, 54% dos entrevistados – o que corresponde a 49,5 milhões de brasileiros –, afirmaram que fariam as compras natalinas na primeira quinzena de dezembro, e 18% admitiram que deixariam para comprar os presentes na última semana antes do Natal. A pesquisa mostra ainda, que as mulheres tendem a se planejar mais que os homens. 16% das entrevistadas responderam que iriam às compras somente na véspera do Natal, contra 21% da parcela masculina dos entrevistados.
..................

O percentual de cheques sem fundos voltou a subir no mês de novembro. Ao todo, houve 2% de devoluções em todo o país, conforme revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. Segundo os economistas, a alta na inadimplência com cheques é reflexo, não apenas, do período mais intenso de compras, por conta da aproximação das festas de final de ano, mas também por causa do acúmulo de sucessivas elevações do custo do crédito (aumento dos juros), onerando ainda mais o bolso do consumidor na hora de pagar as dívidas.
................

Nenhum comentário:

Postar um comentário