Seguidores

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Entreletras: TV UFMA retratará em cinco episódios vida e obra do escritor Josué Montello



O programa sobre o gênero literário, Entreletras, estreará no dia 21 de agosto, às 18h10, com uma minissérie sobre Josué Montello (1917-2006). A data escolhida marca o centenário de nascimento do escritor, referência na literatura brasileira do Século XX. Cada episódio terá 20 minutos de duração, indo ao ar todas as segundas-feiras.
O primeiro episódio busca respostas para a pergunta: Quem foi Josué Montello? Parentes, amigos e pessoas próximas revelam uma história repleta de curiosidades sobre a intimidade do jornalista. Contempla a biografia do escritor referente aos anos iniciais, casamento e a eleição dele para membro da AML, além do início da produção literária, até a publicação do quinto romance, “Degraus do Paraíso. O escritor é autor de obras, como “Os tambores de São Luís”, “Noite sobre Alcântara” e “Cais da Sagração”, livros com destaque na literatura maranhense e brasileira.
No segundo episódio, a proposta será retratar a vida de Josué na política, na UFMA, e em outras produções literárias. No primeiro programa, irão ao ar entrevistas com Phelipe Andrés, Membro da Academia Maranhense de Letras, e que conviveu com Josué Montello; Benedito Buzar, diretor da AML, e Arlete Machado, ex-secretária de Cultura e amiga pessoal do autor.
Programação e datas
O programa está previsto para ir ao ar, de 21 de agosto a 18 de setembro, todas às segundas-feiras, às 18h10min.
História
Josué Montello (J. de Souza M.), jornalista, professor, romancista, cronista, ensaísta, historiador, orador, teatrólogo e memorialista, nasceu em São Luís do Maranhão, em 21 de agosto de 1917, onde passou sua infância e juventude. No começo de 1936, mudou-se para Belém, dali saiu com destino ao Rio de Janeiro, em dezembro do mesmo ano. Filho de Antônio Bernardo Montello, de origem italiana, e de Mância de Souza Montello, de origem portuguesa.
Acumulou uma coleção de títulos e funções, entre eles o de Reitor da Universidade Federal do Maranhão. Foi considerado um clássico de nossa literatura com muitos livros traduzidos no exterior, bem como versões cinematográficas de duas de suas novelas.
Foi agraciado com 12 prêmios literários, um Fardão de Imortal da Academia Brasileira de Letras, no dia 4 de julho de 1955, ocupando a cadeira nº 29, fundada por Arthur Azevedo e que tem como patrono Martins Pena. Foi recepcionado por Viriato Corrêa. Membro da Academia Maranhense de Letras desde 1948 e sócio honorário do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão.
Ocupou o cargo de presidente da Academia Brasileira de Letras, eleito em 09 de dezembro de 1993, onde tomou posse no dia 16 de dezembro, permanecendo até dezembro de 1995. Faleceu em 15 de março de 2006, aos 88 anos, no Rio de Janeiro, onde vivia. Seu corpo está enterrado no cemitério São João Batista, naquela capital.
As comemorações continuarão durante o mês de agosto, entre os dias 21 e 25, com palestras e visitas guiadas ao acervo da Casa de Cultura Josué Montello, localizada na Rua das Hortas, no Centro de São Luís.
A TV UFMA ainda realizará um sorteio de um livro de Josué Montello pelas redes sociais. Os usuários interessados em participar devem gravar um vídeo de até 1 minuto, contando sua relação com a literatura, e depois enviar pelo Messenger do Facebook da TV UFMA.